ANTÔNIO FURQUIM PEREIRA

CORONEL ANTÔNIO FURQUIM PEREIRA





Coronel da Guarda Nacional do Império do Brasil, advogado, maçom liberal. Nasceu na Vila Nossa Senhora das Dores do Sapé (antiga Sapê do Jaú, atual Bariri) por volta de 1851, filho de Capitão João Furquim de Pereira e D. Antônia Rodrigues de Carvalho Pereira, casado com D. Emiliana Ignez Torres Pereira com ela teve dois filhos: Victor Rebouças Pereira (nascido em 31 de julho de 1881), Maria Amélia Furquim Pereira (nascida em 19 de junho de 1888). Estabeleceu-se em Bonfim Paulista comercialmente. Foi proprietário das fazendas Boa Vista das Permutas (Ribeirão Preto), Furquim (Bonfim Paulista) e Recreio (Pitangueiras). Teve sua patente de Coronel elevado em 1909. Em Ribeirão Preto atuou como vereador, advogado e subdelegado. Em 1910, foi eleito vice-presidente da câmara. Fundou juntamente com outros membros da Loja Maçônica Amor e Caridade e com membros da Loja Capitular Macedo Soares, a Loja Maçônica Justiça e Caridade, em 1899, na Vila de Bonfim Paulista em homenagem ao Coronel Francisco Rodrigues dos Santos Bomfim que tinha sido assassinado em Cravinhos.