ANTÔNIO BERALDO DE AZEVEDO

ANTÔNIO BERALDO DE AZEVEDO






Alferes da Guarda Nacional, comerciante e maçom progressista. Rico proprietário de terras e grande comerciante. Foi dono de fazendas em Ribeirão Preto, Sertãozinho e Pitangueiras. Nasceu em Cosenza, Itália, vindo para o Brasil ainda moço. Possuía um comércio de secos e molhados na Paróquia de Sertãozinho e uma Serra D´Água em Cravinhos e Sertãozinho. Antônio Beraldo foi proprietário de parte da fazenda do Retiro. Por inciativa de sua esposa, D. Anna doou uma porção de quatro hectares e oitenta e quatro ares de terras, para aumento do patrimônio de São Sebastião do Ribeirão Preto, com fim especial de ser construído um novo cemitério na cidade. Doou também na época, 100$000 (cento e dez mil contos-de-réis) para auxiliar na construção do Patrimônio de São Sebastião do Ribeirão Preto. Beraldo contraiu segundas núpcias com D. Anna Maria de Jesus (viúva de primeiras núpcias de Sabino Fernandes do Nascimento). Foi membro do Partido Conservador e se filiou no membro do Partido Liberal Republicano - PLR. Ele foi assassinado em 13 de março de 1889, por volta das 21:00, as vésperas da república, quando retornava da Vila São Simão de vapor, vítima de uma emboscada por um grupo de marginais próximo da estação ferroviária quando entrava em sua chácara onde residia, sendo atacado a pauladas e facadas (uma morte brutal para época), nada foi roubado, conforme noticiado no jornal A Constituinte, Ano 1889\Edição 00108. O mistério de sua morte nunca foi de fato resolvido pelas autoridades locais, até hoje não se sabe se o atentado foi a mando de adversários políticos ou um simples assalto. O Jornal Tribuna Liberal, Ano 1889\Edição 00137, datado de 19 de abril de 1889, noticiou que o assassinato de Antônio Beraldo foi praticado pelo cunhado do Chefe do Partido Conservador de Ribeirão Preto. Naquela época, os conservadores, juntamente com a Santa Igreja, perseguiam e atacavam os maçons, principalmente os republicanos e liberais. Sua morte foi noticiada pelos jornais: O Diário de Campinas; O Diário de Pernambuco; A Constituição; Tribuna Liberal, dentre outros veículos de comunicação. Antônio Beraldo contribuiu em muito com o desenvolvimento de Ribeirão Preto e toda a região. Foi membro ilustre da Loja Maçônica Amor e Caridade e seu Capítulo.

ARLS AMOR E CARIDADE Nº313

Rua Francisca Massaro Farinha, 385 - Ribeirânia, Ribeirão Preto - SP, CEP 14096-460

Sessões: Sextas-Feiras 20:00h

  • Branca Ícone Instagram
  • LinkedIn
  • Blogger - Círculo Branco
  • Facebook
  • Twitter